Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A economia das nossas avós

... e outras ideias para poupar e ganhar!

... e outras ideias para poupar e ganhar!

Ter ou ser?

A minha avó ficou viúva com 30 e poucos anos e com quatro filhos ao seu encargo. E foi sozinha, com o fruto do seu trabalho, que os criou. Bem sei que os tempos eram diferentes. Eram de fome, de exploração, de frio e de medo. A minha mãe e os meus tios começaram a trabalhar mal acabaram a quarta classe e ajudavam também na lida da casa. Mas apesar das imensas dificuldades, a minha avó sempre conseguiu poupar algum dinheiro. 

 

 

Ela dizia muitas vezes não compreender como é que determinadas pessoas aparentavam viver no luxo, como é que tinham tantos vícios e estavam constantemente a queixar-se de que não tinham dinheiro para comer. Nos tempos que correm, também há pessoas assim. Que valorizam mais o ter do que o ser, que têm um lado público exuberante e um lado privado de penúria.

 

 

Uma das grande lições que a minha avó me deixou foi precisamente esta: se não há dinheiro para vícios, não se tem vícios. Não quer isto dizer que tenhamos uma vida sem sabor, nem diversão, nem riso, nem alegria. Quer isto simplesmente dizer que temos que encontrar alternativas mais baratas de conseguirmos iso tudo e de ainda conseguirmos poupar.

 

 

O primeiro passo para que consigamos poupar dinheiro é, precisamente, alterando a nossa forma de pensar. Enquanto não estivermos mentalmente convictos de que é preciso poupar, e - mais importante - é possível poupar, não conseguiremos fazê-lo. E deveremos fazê-lo o quanto antes e não esperar que entremos em bancarrota.

 

 

Desafie toda a família - e por que não os amigos? - a reflectir sobre isto e, em conjunto, decidir onde é possível fazer ajustamentos na despesa para poupar. Conversando com amigos e vizinhos, por vezes, encontramos soluções para alguns problemas. Afinal, já Confúcio dizia: "Da discussão nasce a luz".

 

 

Boas poupanças!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D