Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Pesquisar

 


Poupar no gás e na electricidade

Quinta-feira, 26.03.15

3e7e98c7_logo.png

 

O governo lançou recentemente uma campanha intitulada "Todos têm direito à energia", que pretende alertar os portugueses para os descontos de que podem junto das empresas fornecedoras de gás e de electricidade.

 

No site da campanha estão também disponíveis vários conselhos e truques para não aumentar a factura da luz e do gás. São gestos simples, mas que podem traduzir-se numa poupança considerável. De tão simples que são, por vezes até nos esquecemos de os pôr em prática. Por isso, nunca será demais relembrá-los.

 

Boas poupanças!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Passar a ferro... ou talvez não!

Terça-feira, 18.03.14

Devo admitir que não é das tarefas domésticas que mais me desagradam. Talvez porque, ao contrário de algumas pessoas, há peças de roupa ou da cama ou da cozinha com as quais não gasto muito tempo a passar a ferro, como aqui já vos expliquei. Desta forma, poupo a roupa e também energia eléctrica.

 

Mas há outros truques que se podem utilizar. Se secar as camisas nos cabides verá como elas ficaram esticadinhas e não precisará de lhes dar muitas voltas com o ferro.

 

Antes de secar qualquer peça de roupa, sacuda-a muito bem. Assim, estará a tirar algum do excesso de água e ela ficará mais esticada.

 

Se uma peça de roupa estiver um pouco amassada (às vezes acontece mesmo quando está guardada no roupeiro) nem sempre é necessário utilizar o ferro. Pode borrifá-la com um pouco de água e secá-la com o secador de cabelo. Tenha apenas o cuidado de manter uma distância mínima de 15 centímetros para não a danificar.

 

Se estiver com muita pressa e o tecido da peça de roupa for leve, pode borrifá-lo depos de vestida e deixá-la secar ao ar. O efeito amarrotado desaparece.

 

Boas poupanças!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Saco de água eléctrico

Quarta-feira, 05.03.14

No Natal, ofereceram à minha mãe um saco de água eléctrico, do qual temos usufruído bastante nas últimas semanas. É que o tempo, apesar de frio, já não exige que se acenda a lareira quando se chega a casa ao início da noite. Esta tem sido, por isso, uma solução prática e económica.

 

Bastam cerca de 10 minutos ligados à corrente para o saco ficar quente, o que não implica um grande consumo de energia eléctrica. O saco fica quente durante mais de três horas, sobretudo se o colocarmos debaixo de uma manta (a minha mãe até já lhe fez uma bolsa em lã para o conservar quente durante mais tempo).

 

Ou seja, conserva-se quente durante mais tempo do que os tradicionais sacos de água e não liberta aquele cheiro característico do plástico. Temos apenas que ter cuidado com a sua conservação para não danificar a parte eléctrica.

 

Trata-se de uma boa solução para quem não tem lareira em casa ou outro tipo de aquecimento. Não é muito caro (sobretudo se for comprado em segunda mão) e não implica grandes consumos energéticos.

 

Boas poupanças!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aviso: risco potencial de incêndio

Quarta-feira, 27.11.13

O grupo Bosh Portugal lançou um alerta sobre o risco potencial de incêndio que existe em algumas máquinas de lavar loiça da marca. Segundo a empresa, os aparelhos construídos entre 1999 e 2005 podem sobreaquecer. Razão pela qual o grupo está a realizar acções de segurança voluntárias e gratuitas. Para mais informações, consulte a página da Bosh.

 

Todo o cuidado é pouco.

 

Boa poupança e boa segurança!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Limpeza do frigorífico

Quarta-feira, 21.08.13

O frigorífico é um dos aparelhos que mais energia eléctrica consome, pelo que todos os cuidados são poucos para evitar gastos desnecessários. Este ano, nas três semanas que estive de férias, decidi deixá-lo desligado, pelo que espero ver algum reflexo (positivo!) na factura da electricidade. Poucos dias antes de partir, fui gerindo o meu dia-a-dia de modo a não ter muitos produtos no frigorífico. Aqueles que não consegui gastar, deixei-os no da minha mãe.

 

 

Aproveitei esta paragem para lhe fazer uma limpeza profunda. Há algum tempo que ele acumulava uma generosa camada de gelo na parede do fundo e as borrachas das portas também já reclamavam atenção, factores que podem contribuir para o aumento do consumo de energia.

 

 

Por isso, é importante limpá-lo com alguma regularidade, utilizando apenas um pano macio, que não largue pêlo, e água morna com sumo de limão ou umas gotas de vinagre. Nunca utilize objectos cortantes ou perfurantes para retirar restos mais teimosos, pois pode danificar o aparelho.

 

 

Aproveite esta ocasião para verificar se as borrachas das portas não estão ressequidas ou partidas, se o frigorífico está estabilizado e suficientemente afastado das paredes.

 

 

Depois, basta seguir os conselhos habituais. Tenha o cuidado de colocar o termostato na temperatura adequada à estação do ano, não coloque comida quente no interior do frigorífico, não encoste os recipientes e/ou produtos à parede do fundo e não esteja constantemente a abrir a porta.

 

 

Desta forma, o seu frigorífico viverá mais tempo e de uma forma saudável.

 

 

Boas poupanças!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pague menos luz

Terça-feira, 26.02.13

Cada vez que vejo uma carta da EDP na caixa do correio até tremo. Ultimamente, a minha relação com a empresa não tem sido a mais amistosa. Por razões de ainda não consegui bem entender, a minha conta da electricidade tem vindo a subir a olhos vistos, sem que eu tenha aumentado o consumo de forma substancial. De alguém tiver alguma ideia do que poderá estar a passar-se, agradeço que me informe.

 

 

De facto, os gastos com a energia eléctrica absorvem cada vez uma fatia maior dos rendimentos das famílias. Na Bulgária, o país mais pobre da União Europeia, a recente subida do custo da electricidade provocou uma onde de protestos que culminou na demissão do governo.

 

 

É verdade que ainda não dediquei tempo suficiente para comprar devidamente os preços das várias empresas fornecedoras de electricidade. Um pouco porque as tarefas do dia-a-dia me têm absorvido muito tempo, um pouco porque não sei até que ponto os preços hoje apresentados não são uma forma apenas de angariar novos clientes, para os brindar, mais tarde, som subidas exorbitantes. Afinal, estamos num mercado liberalizado

 

 

Tudo isto vem a propósito da campanha ontem lançada pela Deco - Associação de Defesa do Consumidor intitulada "Juntos pagamos menos". O objectivo, de acordo com a associação, é realizar um lelião de electricidade, no dia 2 de Maio, e, assim, conseguir os preços mais competitivos do mercado. Quanto mais pessoas se associarem a esta iniciativa, maior será o poder negocial.

 

 

Tendo em conta que a minha factura da electricidade é cada vez mais gorda, não irei desperdiçar esta forma de a tentar emagrecer. Venham mais iniciativas do género!

 

 

Boas poupanças! 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

São só más notícias no reino da electricidade

Sábado, 15.12.12

Se ontem já não estava satisfeita com a minha factura da electricidade pior fiquei, ao final do dia, ao saber que o Governo tinha aprovado um aumento de 2,8% já a partir de 1 de Janeiro. Um aumento em vigor até Março, altura em que poderemos assistir a um novo agravamento, devido à liberalização do mercado energético.

 

 

Com a factura cada vez mais pesada, há que recorrer cada vez mais à imaginação para não ficarmos na penúria. Além das sugestões que tenho deixado no blog, este ano decidi também que as luzes de Natal que tenho na varanda só estarão acesas enquanto eu estiver acordada e não toda a noite, como acontecia até agora.

 

 

Irei, o mais rapidamente possível, ver qual das empresas fornecedoras de energia eléctrica me oferece a melhor proposta. Algum de vocês já mudou de fornecedor? Tenho ainda muitas dúvidas em relação a este ponto. Terei que me informar melhor.

 

 

Vou ler atentamente o site do projecto EcoCasa, da Quercus, onde há um sem número de dicas sobre como poupar na electricidade, água, mobilidade, entre outros, e tentar perceber que mudanças posso fazer para que a factura não pese tanto.

 

 

Se nada disto resultar, posso sempre voltar ao tempo dos meus avós, em que não havia nem metade dos electodomésticos que actualmente temos e que se iluminavam, muitas vezes, com candeeiros a azeite ou petróleo ou velas.

 

:-)

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Prenda de Natal: a factura da EDP sobe 100%

Sexta-feira, 14.12.12

Lembram-se de vos ter dito que solicitei à EDP a redução da potência contratada para baixar a factura da luz e assim poupar algum dinheiro? Assim o fiz há cerca de dois meses. Esperava que este mês - o primeiro onde já vem reflectida essa mudança - o total a pagar fosse um pouco mais baixo. Por isso, não imaginam como fiquei quando ontem recebi a factura referente ao consumo dos últimos dois meses: tenho simplesmente a pagar o dobro do habitual antes de fazer a mudança.

 

 

Nos detalhes da factura fiquei a saber que me estava a ser cobrado consumo referente ao perído de Abril a Outubro, apesar de eu já o ter pago. Obviamente que, depois de recomposta, telefonei para o serviço de apoio ao cliente da EDP. Foi-me explicado que este valor a mais se devia aos acertos que a empresa faz nos final do ano. A mim nunca tal me tinha acontecido.

 

 

Perguntei como era possível estarem a cobrar-me um valor tão alto e darem apenas menos de duas semanas para liquidar o valor. Responderam-me que os técnicos da EDP têm a obrigação de controlar presencialmente os contadores de três em três meses, mas que no período entre Abril e Outubro isso não aconteceu. Quando perguntei o porquê, responderam simplesmente que não tinha acontecido, sem adiantarem qualquer justificação.

 

 

Sublinharam que a contagem do cliente é muito importante e que deve ser feita até dia 4 de cada mês. Esta será, portanto, uma das minhas promessas para o Novo Ano: telefonar à EDP no dia 4 de cada mês.

 

 

Insisti que mesmo tendo em conta estes acertos, considerava que o valor era excessivo e perguntei como posso saber se há alguma avaria no contador. É muito simples: basta desligar o contador e os dijuntores durante meia hora. Se no final desse tempo a contagem permanecer igual é porque não há qualquer avaria. Por isso, a minha segunda promessa para o Novo Ano será a de fazer este teste com alguma regularidade.

 

 

Terceira promessa: estudar rapidamente qual das empresas a operar no mercado liberalizado oferece a proposta mais vantajosa. Definitivamente, não quero permanecer na EDP Universal.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Poupe luz, mas nem tanto

Quinta-feira, 08.11.12

No trabalho, a minha secretária fica entre duas grande janelas por onde o sol entra com toda a força logo de manhã. Por isso, não tinha o hábito de acender o candeeiro do tecto. Não tinha, mas passeia a ter, faça chuva ou faça sol.

 

 

Há uns meses, os inspectores da Autoridade para as Condições do Trabalho visitaram a nossas sala para ver se estava tudo bem. Verificaram, entre outras coisas, a luminosidade junto ao écran do computador e concluíram que era demasiado baixa. Aconselharam-me a ter sempre a luz acessa, sob pena de estar a esforçar demasiado os olhos e poder vir a ter problemas.

 

 

Desde então, tenho sempre a luz da sala acesa. Em casa, passei a ter também cuidados rebodrados sempre que estou a utilizar o computador. Evito que a luz incida directamente do écran, para evitar reflexos, mas tenho sempre muita luz, mesmo que seja só a de um candeeiro de mesa.

 

 

Poupar na conta da electricidade, sim, mas sem prejudicar a nossa saúde.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desligue!

Domingo, 04.11.12

Não me refiro concretamente a si, embora por vezes tenhamos necessidade de nos desligar do mundo para recuperar energias, mas sim dos inúmero aparelhos eléctricos que existem no nosso dia-a-dia. Uma das grandes diferenças entre o tempo actual e o das nossas avós prende-se, precisamente, com a proliferção desse tipo de produtos. Hoje em dia, há artigos eléctricos para tudo e mais alguma coisa, alguns dos quais me parecem totalmente descabidos.

 

 

A verdade é que esses aparelhos obrigam-nos a consumir cada vez mais energia, seja de bateria ou de corrente eléctrica. E alguns são autênticos sorvedouros. E se consumimos mais energia, gastamos mais dinheiro. Comecei a preocupar-me com esta questão quando tentava perceber por que razão a minha factura da electricidade era tão alta (uma das razões expliquei-a aqui) e arrancaram as campanhas de alerta para os chamados "consumos fantasma".

 

 

Desde então, mudei alguns hábitos:

 

-os novos televisores, mesmo quando apagados no botão, mantém sempre uma luz acesa. Mesmo que a marca garante que o consumo de energia é mínimo, passei a desligar o aparelho da tomada quando não está a ser utilizado. O standby é responsável por 5% do consumo de energia em nossas casas. Se a sua tomada está num lugar de difícil acesso, opte por uma extensão com botão de corte de energia. Também desligo o microonda da tomada e quando me ausento por longos períodos, faço o mesmo com os rádios;

 

 

- só recarrego as baterias do telemóvel e do computador portátil quando estas estão mesmo, mesmo, mesmo a precisar. E faço-o sempre com os dois aparelhos desligados. Assim que as baterias estão novamente recarregadas, retiro a tomada da ficha;

 

 

- não deixo as pilhas na máquina fotográfica nem nas lanternas. Além de não esvaziarem tão rapidamente, não corro o risco de as pilhas se deteriorarem e estragarem os aparelhos:

 

 

- sempre que compro um novo aparelho tenho em atenção à sua eficiência energética;

 

 

- antes de comprar um novo aparelho eléctrico, pense bem. Será que precisa mesmo de o comprar?

 

 

Boas poupanças!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentários recentes

  • micaela alves

    só falta mesmo lançar para a plataforma windowspho...

  • FM

    Provavelmente, haverá mais. Estes são aqueles de q...

  • wideawake

    Desconhecia alguns desses descontos! Obrigada

  • Clínica Dentária Lisboa

    Cá em casa tenho quem em poucos dias me deixe uma ...

  • joao

    http://www.comparaja.pt/blog/credito-pessoal-conhe...