Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Pesquisar

 


Cuidado com as companhias low cost - I

Terça-feira, 08.10.13

Já viajei algumas vezes em companhias aéreas low cost, mas nunca me tinha acontecido algo com ontem. Pela primeira - e última! - vez, optei pela EasyJet para me deslocar de Lisboa a Madrid. Estava consciente de que a empresa só aceitava uma bagagem de cabine por pessoa, mas nunca imaginei que o computador portátil e as bolsas das mulheres fossem consideradas bagagem. Pois bem, para a EasyJet são-no! E como a minha bolsa não cabia na mala, toca a desembolsar 50 euros no aeroporto, sem dó nem piedade para que a mala fosse no porão.

 

De nada me serviu argumentar de que em nenhuma outra companhia low cost alguma vez consideraram o computador portátil ou a bolsa como bagagem. De nada me serviu argumentar que estava a ver mulheres com bolsas e malas, a quem nenhuma taxa extra tinha sido cobrada. A resposta foi que, como viajavam em grupo, facilitavam. Portanto, o problema não é uma mulher levar uma bolsa e uma mala, mas sim uma mulher que viaja sozinha levar uma bolsa e uma mala.

 

Depois de ter desabafado no Facebook com os meus amigos, fiquei a saber que, de facto, a EasyJet e a Ryanair são useiras e vezeiras nestas artimanhas.

 

Na página do Facebook da EasyJet Portugal fiquei a saber que o serviço de atendimento ao cliente só fala... inglês! Nos termos e condições, fiquei a saber que "uma mala de artigos comprados depois de ter passado pelos detetores de segurança do aeroporto de partida também podem ser transportados adicionalmente à unidade de bagagem de cabine permitida".

 

Por isso, fica aqui o meu alerta: cuidado, muito cuidado com as companhias low cost!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Web Informer Button

Autoria e outros dados (tags, etc)

4 comentários

De Isabel a 09.10.2013 às 01:00

Olá!
Por acaso a única vez que viajei em lowcost foi com a EasyJet e foi, precisamente, para Madrid. Como fui apenas por duas noites levei apenas uma mochilinha e como "mala" levei aquelas de colocar à cintura. Mas reparei numa moça que trazia uma mochila, tipo, daquelas de campismo enormes e perguntei como é que ela conseguiu passar com aquilo e ela respondeu que a preocupação da companhia é na largura da bagagem e não na altura, ora se a mochila cabia naquela armação que eles têm lá, passou na boa... Fiquei boquiaberta! Se toda a gente fizesse isso não tínhamos sítio para guardar as mochilas nos armários do avião, mas enfim... critérios..

De FM a 09.10.2013 às 11:36

Olá, Isabel,

Se nós, consumidores, não nos insurgirmos, as empresas vão continuar a ter estes critérios claramente abusivos e actuar de uma forma discricionária. Quando regressar a Portugal, irei expor o caso à Deco e ao Provedor do Viajante. Não conto ser reembolsada, mas, pelo menos, farei ouvir a minha voz e lutarei para que esta realidade seja alterada.

De Isabel a 09.10.2013 às 19:47

Sim, senhora. Acho que faz muito bem. Boa estadia e boa viagem de regresso.

De FM a 10.10.2013 às 12:09

Obrigada, Isabel!

Comentar post



Comentários recentes

  • micaela alves

    só falta mesmo lançar para a plataforma windowspho...

  • FM

    Provavelmente, haverá mais. Estes são aqueles de q...

  • wideawake

    Desconhecia alguns desses descontos! Obrigada

  • Clínica Dentária Lisboa

    Cá em casa tenho quem em poucos dias me deixe uma ...

  • joao

    http://www.comparaja.pt/blog/credito-pessoal-conhe...